Cadastre-se aqui para receber artigos semanais e ganhe meu ebook!   ASSINAR              


PODCASTS

Media Training e Comunicação Pessoal | Aurea Regina de Sá

Sessão 3 – Sandro

Olá, Sandro,

Quantas reflexões importantes você trouxe na última sessão. Mantenha essa dinâmica tão importante do questionamento da mente.

Para avançarmos ainda mais:

– registre as ações que promoveu na reunião com o time no dia 10/07 + as reações das pessoas + feedbacks concretos (se houver) + suas sensações durante a reunião;
– faça um desenho de como se vê como comunicador amanhã. Se puder, faça com lápis de cor, pinte o cenário ideal  numa folha A4 e mande uma foto pra mim pelo whatsapp;
– amplie a lista de Autopoder com suas qualificações detalhadas.

VAMOS DAR UM NOVO SIGNIFICADO ÀS CRENÇAS?

1. Crenças destrutivas são aprendidas e podem ser ressignificadas para que a sensação ruim seja percebida de uma nova maneira. Use o quadro abaixo para trabalhar essas concepções que até hoje não contribuíram muito ou contribuíram negativamente. Abaixo do quadro, entenda como preencher o roteiro:

  • No espaço 1 escreva sua crença.
  • No espaço 2, responda a seguinte pergunta: o que você ganha acreditando nessa crença?
  • No espaço 3, responda: o que pode acontecer de ruim, daqui a 5 a 10 anos, se você continuar acreditando nessa crença?
  • No espaço 4, responda: que experiências negativas você já teve por acreditar nessa crença?
  • No espaço 5, responda: quando você lê sua crença, que emoções negativas você sente?

Agora pare, respire um pouco… Releia sua crença. Releia todas as suas respostas. Verifique se tem algo para complementar e continue!

  • No espaço 6, você vai responder: o que você está valorizando quando acredita em sua crença?
  • No 7, responda: o que pode acontecer de bom, daqui a 5 ou 10 anos, se você continuar acreditando nessa crença?
  • No 8: que experiências positivas você teve por acreditar em sua crença?
  • Finalmente, no 9, responda: quando você lê sua crença, que emoções positivas você sente?

Para novamente, respire mais um pouco e observe as duas colunas de respostas.

Após esse tempo de observação, pegue outro quadro em branco (como o da figura acima) e escreva outra frase no quadro 1 que você goste, que faça sentido para você e lhe garanta todos os ganhos positivos da segunda coluna de resposta. Atenção! Essa frase tem que ser escrita 100% no positivo, logo NÃO poderá ter as palavras: não, sem, menos.

Agora comece a testar viver com a nova frase. Se sua frase realmente fizer sentido para você e não ferir nenhum valor seu, aos poucos você conseguirá ir substituindo a velha crença por essa nova.

Use o exercício para trabalhar qualquer crença destrutiva que tiver. Assim, você conseguirá transformá-la numa crença fortalecedora.

Obs.: uma crença pode ser: sou muito novo para ocupar este cargo na empresa, não mereço estar nesse lugar; não consigo falar em público, etc.

DINÂMICA PARA PERCEBER SUA COMUNICAÇÃO:

Aproveitando a auto-percepção que está mais ampla, vamos avançar na parte técnica da comunicação. Alguns recursos são mais fundamentais para uma apresentação e é neles que quero que preste mais atenção. Não me refiro só a uma apresentação formal para uma plateia, mas todo tip:

EXPRESSIVIDADE VERBAL (tom de voz, velocidade, ritmo, pausas, alternância de tom)
EXPRESSIVIDADE CORPORAL (gestos, movimentos do corpo, face)
VESTIMENTA (capricho e adequação de acordo com cada situação)
VIRTUDES (paciência, humildade, generosidade, flexibilidade)
DISCURSO (o que você diz, como diz, qual é o sentido do que diz)

Por favor, baixe as orientações que estão nesse link, leia com atenção e reflita sobre como pode usar os seus recursos de comunicação. As instruções são voltadas ao porta-voz, mas são úteis para qualquer comunicador. Tem isso na sua apostila.

Os vídeos abaixo também podem ajudar você no entendimento de como os recursos de comunicação podem facilitar a interação e a atratividade com o interlocutor. Avalie os dois e tire suas conclusões (vamos conversar sobre isso na próxima sessão).

Mas, a boa comunicação vai muito além do uso dos recursos ou ferramentas. É importante buscar a conexão com o público com o qual interage. Veja o vídeo abaixo e enumere as recomendações que a especialista faz para que inicie e/ou aprimore esses aprendizados na comunicação do seu dia a dia: 10 maneiras de ter uma conversa melhor.

Sugiro que liste as 10 maneiras citadas pela autora para conversarmos na próxima sessão.

LEMBRETES:
– mantenha-se perceptivo: com você, com os outros, com o ambiente;
– agradeça;
– questione a sua mente, não deixe que ela te domine;
– afaste os maus pensamentos e substitua-os por boas crenças;
– deixe o mundo conhecer você: conecte-se com as pessoas e abrace os presentes que o Universo te dá.

PRÓXIMA SESSÃO: 02 de agosto, às 11h (horário BR).

AUREA REGINA DE SÁ

Jornalista e Coach de Comunicação, especializada em Media Training.

Saiba mais

Podcast FALA MALDITA

Aurea na imprensa