Cadastre-se aqui para receber artigos semanais e ganhe meu ebook!   ASSINAR              


PODCASTS

Media Training e Comunicação Pessoal | Aurea Regina de Sá

Sessão 1 – Rosy

Rosy,

Nesta aula, abordamos alguns aspectos importantes que servem de base para o desenvolvimento da comunicação pessoal:

  • a sua autopercepção;
  • a percepção dos outros sobre você;
  • o que você deseja aprimorar.

Como a base para a boa comunicação é o comportamento, vamos praticar duas tarefas que vão ajudar a consolidar isso:

1. Baixe a Lista de Auto Poder  e preencha um pouco todo dia. Procure não escolher as características; deixe a mente trazer sem se limitar. É uma ferramenta para usar sempre, porque o reforço sobre as características positivas é importante para se valorizar e assumir novos desafios. Obs.: não liste o que gostaria de ser, mas o que é, como se vê hoje.

2. Como suporte para o trabalho eficaz com a mente, é importante trabalharmos alguns aspectos comportamentais como a VULNERABILIDADE.  O que te faz sentir vulnerável, frágil? Convido você a assistir a palestra da cientista Brené Brown que pesquisa o tema e compartilhou seu conteúdo no TED.

Obs.: Se precisar de legenda em português, abra o vídeo, clique no símbolo de ENGRENAGEM (no canto inferior direito, à esquerda do nome YOUTUBE)>LEGENDAS>TRADUZIR AUTOMATICAMENTE>PORTUGUÊS.

Anote o que te chamar a atenção para trabalharmos na próxima sessão.

SUGESTÕES PARA GRAVAÇÃO DE VÍDEOS:

O roteiro de um vídeo não é fixo e não deve ser, porque é importante que o comunicador surpreenda o público. Portanto, você pode variar a forma como recheia os 59 segundos do Instagram.

Modelo 1:
– Cumprimento: oi, meninas!
– História de acordo com o cronograma: a cliente chegou assim e vai sair de outro jeito; ela queria isso e eu fiz; agora o cabelo está assim e assado.
– Conclusão: você também pode ter um cabelo assim, é só você querer!

Modelo 2:
– Cumprimento: oi, meninas!
– Benefícios conquistados pela cliente: o cabelo ganhou leveza; ela tem mais cabelo do que antes; a cor está como ela queria, da cor original; ela se sente muito mais bonita agora; a cliente me confessou agora há pouco que está se sentindo deslumbrante; etc.
– Conclusão: como você imagina o seu cabelo? o que você imaginar, você pode conquistar!

Modelo 3:
– Cumprimento: oi, meninas!
– Faça uma pergunta inicial: Como é o cabelo dos seus sonhos? Será que o resultado que você gostaria pra você é parecido com esse aqui? 
– Contexto da cliente: ela chegou aqui com o cabelo curto e muito insatisfeita com o corte e o tamanho do cabelo. Depois de x, y e z, o resultado é esse: um caminho assim e assado.
– Conclusão: o que você achou? Você acha que merece um cabelo assim também? (não use adjetivo aqui, porque pode soar como comparação. Se você diz: ‘você acha que merece um cabelo BONITO assim?’ quem ouve pode pensar que o cabelo dela é feio.

Sugiro experimentar esses modelos quando gravar vídeos. Além de prestar atenção no conteúdo que quer apresentar, OUÇA o que diz para prestar atenção na pronúncia das palavras e na sua gesticulação (movimentação corporal).

→ PRÓXIMA SESSÃO: 23 de abril de 2018, às 09h (horário de Brasília).

Ir para a sessão 2 →                                                                                                             VOLTAR

AUREA REGINA DE SÁ

Jornalista e Coach de Comunicação, especializada em Media Training.

Saiba mais

Podcast FALA MALDITA

Aurea na imprensa