Cadastre-se aqui para receber artigos semanais e ganhe meu ebook!   ASSINAR              


PODCASTS

Media Training e Comunicação Pessoal | Aurea Regina de Sá

Você está aqui mesmo?

Atenção focada requer capricho e dedicação. Não se trata exatamente de focar em uma coisa de cada vez, mas de perceber qualquer ação, situação, fala, gesto, o silêncio, o outro, de forma sistematizada para que você saia do modo automático de ser e viver. Você já reparou que respira? Já percebeu como são seus gestos ou tom de voz? Sabe me dizer se tem vícios de linguagem ou se faz pausas exageradas entre as palavras?

O comunicador que busca excelência tem como tarefa diária se perceber. E esse é um processo de autoconhecimento. Por isso, defendo a ideia de que:

Para se comunicar bem, tem que se desenvolver primeiro.

O mindfulness é a ideia de estar consciente do que acontece com o corpo, a mente, os pensamentos e  emoções. Prestar atenção e ter consciência de que somos vida, de que existimos, é algo que às vezes ‘passa batido’. E viver sem intensidade, sem profundidade, é estar na média, é ser medíocre.

Para treinar esse estado mental de presença, voltando sua atenção para a sua forma de se comunicar, considere 5 ações que você pode adotar no seu dia a dia:

  • Ouça seu tom de voz. É alto demais ou muito baixo? Você pode modular isso desde que preste atenção no nível do tom que usa.
  • Como são seus gestos? Ou não há gestos? Como a sua expressão não verbal comunica o que você quer dizer? Você consegue se enxergar, mesmo que não haja um espelho na sua frente?
  • Quais são os seus pensamentos quando você conversa com alguém? Você está sempre pronto para dar uma resposta ou realmente saboreia as palavras do outro ao invés de ficar produzindo as suas?
  • Pra onde vai o seu olhar na interação com o outro? Devaneios ou foco no lugar errado? Você sabe que está aí ou nem se deu conta?
  • Qual o significado das suas palavras? Gafes acontecem quando o comunicador não se escuta, nem percebe que foi inadequado e fica sem saber por que o outro o evita.

O que parece óbvio talvez tenha que ser praticado, de forma consciente, para fazer sentido. Experimente ampliar o nível de consciência para estar presente e fazer a diferença.

*Escrevi esse artigo baseada na experiência do Mini Retiro de Mindfulness, promovido pela The School of Life São Paulo.

Aurea Regina de Sá

Aurea Regina de Sá é jornalista e coach de comunicação, especializada em Media Training.

AUREA REGINA DE SÁ

Jornalista e Coach de Comunicação, especializada em Media Training.

Saiba mais

Podcast FALA MALDITA

Aurea na imprensa